Natal Vegetariano – como é? (parte 2)

Natal Vegetariano Mesa de Natal Pratos principais

Aqui ficam mais alguns retratos de como pode ser um Natal Vegetariano 🙂

Podes ler a primeira parte deste artigo aqui.

 

“Durante os anos que fui vegetariana, geralmente na época natalícia fazia algo simples como uma lasanha de vegetais. Isso ficava a ementa para o resto dos almoços/jantares em família.
Avançando para 2016, decidi tornar-me vegan, e excluir qualquer produto de origem animal do meu estilo de vida. Dediquei-me à culinária e a aprender o máximo possível para conseguir ensinar o máximo possível a todos os que me rodeavam. Durante estes anos todos, aprendi que a melhor “arma” que temos, o nosso melhor atributo como mensageiros deste estilo de vida, é, meus caros, a comida.
A partir do momento em que comecei simplesmente e levar comida preparada por mim aos encontros familiares, as pessoas tinham curiosidade em experimentar, saber mais sobre assunto e ganharam um imenso respeito pelo o que eu faço.
Durante o Natal, apesar de não ser a minha época favorita, esforço-me bastante para criar novas receitas e dar o meu melhor para que toda as pessoas consigam ver que é possível e não é assim tão difícil. Não porque tenha obrigação de o fazer, mas porque acho necessário mostrar que nem tudo tem de ser como sempre foi.
Ao longo deste tempo, a minha mãe seguiu os meus passos porque viu o impacto positivo que teve comigo. Por isso somos duas pessoas à mesa que comem vegan. E actualmente quando levamos algo novo, toda a gente adora provar. Admito que antes, sentia um certo julgamento das pessoas que estavam connosco. Lá no fundo sentiam pena de nós por não comermos a típica ceia de natal. Actualmente já oiço comentários como: “O delas é que é bom! tratam-se bem!”. Deixa-me com orgulho em mim mesma porque fui eu que cheguei aqui, com o meu esforço e de mais ninguém.
No ano passado cozinhei imenso no Natal. Rolo de massa folhada e farinheira vegan como recheio, acompanhada de couves de bruxelas, cenouras bebé no forno com um molho de açúcar de coco e vinagre balsâmico, batatas assadas com azeite, puré de batata doce, espargos grelhados, pão de alho e por fim uma trança de chocolate e amêndoas.
Eu sou extremamente privilegiada, e que apesar de ter tido alguns problemas pelo meio, sei que há pessoas em situações bem difíceis. Só queria dizer a essas pessoas para não desistirem. O caminho que estão a seguir É o caminho certo. Não há pessoa no seu perfeito juízo que vos deva julgar por ter compaixão e respeito por todos os seres vivos, e se essa pessoa vos julgar, é porque ainda não está onde devia estar, e não há mal nisso. Ninguém aqui nasce ensinado, aprendemos todos com os erros. Não entrem em conflitos, não comecem discussões porque o que nós estamos a ver agora tão claramente, os outros não vêm e por mais que tentemos isso não vai mudar de um dia para o outro. Pode nunca mudar até. Mas o importante é que se foquem em vocês mesmo, aprendam tudo o que conseguirem e mostrem que vale a pena.”

Mafalda Camacho

 

Creme de Cogumelos

 

“Olá Diana, o meu testemunho é muito simples e breve. Para mim épocas festivas são momentos de reflexão e meditação. Celebro-as no conforto do meu ninho com a minha cria. Agradeço à Mãe Terra e todos os seus elementos pelas suas dávidas e respeito os ritmos de inverno.
Contudo, no passado claro que existiram jantares de família. Como sou a única vegetariana (vegan) cozinhava sempre para mim. Por outro lado,optava por não criar conflitos nem responder a provocações. Não fazia qualquer tipo de activismo defendendo a causa, a filosofia, a minha escolha livre e consciente de viver em plenitude e harmonia comigo e com o Universo. Assumindo o facto, que não posso mudar ninguém e respeitando o estado evolutivo de cada um remeto-me às partilhas e a oferecer miminhos em forma de jantares e sobremesas a quem quiser experimentar.
“Somos aquilo que comemos” é um dos meus mantras e todos no meu círculo de amigos já o ouviu. Desta forma, tento passar de forma natural o porquê de evitar alimentos processados e investir em comida verdadeira no expoente dos seus sabores naturais.
A alienação de muitos sobre este assunto assusta e as desculpas: “”não tenho tempo”, ” não gosto de cozinhar “,”tenho mais que fazer do que estar a cozinhar diariamente “, são frequentes. Fala alguém que era exactamente assim. Até que um dia voltei a escutar a minha Deusa Interior, a reconectar-me e tudo mudou.
A paixão pela alquimia da cozinha rapidamente passou a fazer todo o sentido. Tudo à minha volta adquiriu novos cheiros,sabores,texturas consistências,cores. A magia aconteceu e acontece.

Mia Miaufa

 

Tofu à Lagareiro

 

“Natal passado foi o meu primeiro Natal vegano. Para este ano já tenho um plano maior! Vou fazer um “beef wellington” vegano com castanhas.
Sou estoniana e o prato comum durante o Natal é blood sausages. Eu fiz uma versão vegana com folhas de nori é ficou mesmo muito similar e a minha mãe gostou muito. Então vou repetir este ano. Também fiz polenta fries com rosmarinho, batatas e cenouras assadas. Tivemos abóboras e cogumelos marinados, sauerkraut… Bolo com leite de coco e chocolate. O meu irmão tinha carne também. Mas toda a gente gostou, especialmente porque não precisam de cozinhar 🙂
Ser vegana não significa que vou sentir falta dos meus pratos favoritos. Tudo pode ser modificado de acordo com a dieta vegana.

Eu no ano passado estava em Portugal. Como a minha mãe e irmã são veganas, basicamente fizemos os mesmos pratos, mas sem bacalhau ou perú…

Kadri Helene Klaamann e Daniel Gonçalves Carvalho

 

Mesa de Natal - Sobremesas

 

Muito grata a todos os que se disponibilizaram para partilhar a sua experiência!

Depois do Natal, sairá a última parte deste artigo, com fotos de várias Mesas de Natal Vegetarianas! Se quiseres partilhar as tuas fotos, por favor envia-as para geral@alcachofraveg.pt

Se quiseres entrar no nosso grupo de conversa e de partilha sobre estilo de vida saudável e alimentação vegetariana, adere aqui.

Feliz Natal!!!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Artigos relacionados

Digite acima o seu termo de pesquisa e prima Enter para pesquisar. Prima ESC para cancelar.

Voltar ao topo
%d bloggers like this: